quinta-feira, 20 de junho de 2013

“Covinhas” porque algumas pessoas têm outras não?



Que as “covinhas” são atraente e chamam a atenção de homens e mulheres, sabemos, mas as covinhas são pequenas depressões naturais da pele (bochecha/maçã do rosto) ou queixo.

Nestas regiões o tecido fibroso adere entre a pele e o osso da mandíbula (no queixo) ou entre a pele e os músculos da face (no rosto).

A pele é “repuxada”, causando uma pequena retração que é mais acentuada quando as pessoas sorriem.

As pessoas que tem covinhas apresentam o músculo menor em comprimento do que o tamanho do músculo é normal nas pessoas que não têm covinhas. Isso é causado por causa de algumas falhas no desenvolvimento do tecido conjuntivo subcutâneo, mas de alguma forma, pode ser considerado um defeito congênito e mostra que as “malformações” nem sempre são ruins.

Ter covinhas, ou não ter, não é sorte. É a genética que determina se uma pessoa vai ou não ter covinhas. O gene responsável é dominante e isso significa que se um dos pais tem covinhas, então provavelmente os filhos terão.

Geralmente, os bebês têm essas cavidades, mas elas desaparecem gradualmente conforme a criança cresce isso é porque o músculo cresce com a idade e chega a seu tamanho normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário